Arquivo da tag: twitter; fakes

Pura Falsidade – Os perfis falsos, mas engraçados, do Twitter

 

toys_1652 Não tem jeito. As redes sociais até agora não conseguiram descobrir uma forma de evitar o surgimento de perfis falsos.

No meu post “Nem Tudo por Dinheiro”, comentei sobre a sentença na qual o Google foi condenado a pagar ao piloto Rubens Barrichello uma indenização por comunidades depreciativas e perfis falsos existentes em seu nome, constantes no Orkut.

Na semana passada houve um outro fato curioso a respeito. O jornal inglês Daily Mail publicou uma notícia originada do Twitter sobre um pronunciamento do CEO da Apple, Steve Jobs, referente a um possível “recall” dos aparelhos Iphone 4, que vêm apresentando defeitos. Até aí tudo bem. O problema é que a informação não procedia. Foi na verdade obtida em um perfil notoriamente falso de Jobs, criando verdadeira saia justa para o jornal (veja um post sobre a relação entre jornalismo e Twitter clicando aqui).

É claro que ninguém concorda que terceiros falem em seu nome. Contudo, há perfis que não escondem que são mais falsos que nota de três reais e acabam se tornando febre no microblog, principalmente quando usados com prudência, inteligência e bom humor.

E em tempos de Copa do Mundo, o mais ativo deles é @oclebermachado.

Nem é preciso dizer que a inspiração vem do narrador da Rede Globo. Porém, a graça do falso Cléber consiste em comentar no Twitter eventos esportivos com declarações tão óbvias e previsíveis que chegam a ser cômicas, como na partida entre Alemanha e Inglaterra:

Quanto mais gols a Alemanha marca, mais difícil fica pra Inglaterra vencer. Futebol é fascinante!

Ou ainda:

Fiz umas simulações e concluí: se Brasil e Argentina ganharem todos os jogos daqui em diante, a final será Brasil x Argentina.

Quando algum desavisado envia mensagem ao perfil, acusando-o de ser um impostor, @oclebermachado costuma perguntar ao acusador: “mas fala que é falso?”.

A explicação para isso está em um programa televisivo (Arena Sportv), apresentado por Cléber Machado – o verdadeiro –, onde o narrador é informado da existência do perfil falso e questiona se o autor deixa claro que se trata de uma armação. “Mas ele fala que é falso?” – indaga. Veja o trecho do programa a seguir:

Cléber Machado tomando conhecimento do seu perfil falso.

Para maiores informações, @oclebermachado até possui um blog na internet, cuja descrição resume tudo: “blog verdadeiro do perfil falso de Cléber Machado no Twitter” (clique aqui para acessar).

Outro perfil muito interessante é o do @OCriador, que tenta se passar por nada mais nada menos que… Deus!

Minha Nossa Senhora!

@OCriador possui umas das tiradas mais inteligentes do Twitter, aliando fatos bíblicos a acontecimentos e tendências modernas.

A influência é tanta que não raro dentro do microblog as pessoas, ao se referirem a Deus – o verdadeiro –, mencionem o perfil do Twitter, como já fizeram famosos como Tiago Leifert e Fernanda Paes Leme. Ocriador O curioso é que os tweets do Todo-Poderoso envolvem muitos elementos culturais e históricos, tornando as postagens mais engraçadas e interessantes, justificando seus mais de 300.000 seguidores.

Mais que muita religião .

Seguem alguns tweets divinos:

A moda do blog passou e agora a moda é o vlog. Pelo Meu amor, façam com que a próxima seja estudar e ter um emprego.

Parem de colocar adesivos de “Jesus quem me deu” em seus carros velhos! Ele tem uma reputação a zelar…

Parem, também, de Me agradecer por mais um dia. Tecnicamente, para vocês, é um dia a menos…

Jesus multiplicou os peixes para compensar os que Moisés matou quando abriu o Mar Vermelho.

Filhos, fiquem espertos. Só a título de informação: nem o índice de aprovação de Jesus Cristo foi maior que 80%…

Há outros divertidos perfis, que pessoalmente não acho tão bons, mas que valem uma visita, principalmente de personalidades que não estão mais entre nós. São eles @MussumAlive (paródia do Trapalhão Mussum), @Nairbelo (inspirada na comediante falecida em 2007), entre outros.

O tenista Gustavo Kuerten possui uma história curiosa sobre falsos perfis em sua conta no Twitter. Originalmente, o perfil @gugakuerten era falso e se passava pelo esportista, até que foi desmascarado por um amigo (@profmesquita), indicado a todos, acredite, pelo próprio falsificador. O perfil foi posteriormente cedido ao verdadeiro Guga, inclusive os seguidores, que seguiam um perfil falso e acabaram seguindo o verdadeiro.

Aliás, que Guga não saiba, mas o perfil falso era bem mais divertido que o atual, provavelmente porque não possuía compromisso nenhum com a imagem do tenista.

Não tenho nenhuma objeção a perfis satíricos, desde que não se queira passar pelo verdadeiro “homenageado”. Do contrário, considero como um problema que precisa ser pensado com seriedade, dada a proliferação indiscriminada. Mas parece que a solução ainda vai demorar muito.

Que @OCriador nos ajude!

POR ANDRÉ MORAES (WWW.TWITTER.COM/SOCIEDADE_REDE)

 * Este post foi sugerido por Mônica Lima Falsarella, de Santo André do blog Crase sem Crise. Sigam-na em @monyllima. Nada de falsidade.

Deixe um comentário

Arquivado em twitter