Arquivo da tag: My Space

Momento Musical – A Vez do My Space

guitarCN__2636 Algumas pessoas são resistentes a redes sociais por imaginar que todas são parecidas com o Orkut ou o Facebook, onde o objetivo é apenas o relacionamento com outras pessoas.

Mas não é bem assim.

Claro que uma rede não pode ser chamada de “social” sem a possibilidade de interação com outros usuários, mas é importante perceber que algumas não priorizam a comunicação entre os membros, embora ela esteja presente.

O My Space, por exemplo, é todo dirigido a mídias, especialmente música. E para mim foi uma grata surpresa, principalmente ao descobrir que os artistas realmente a levam muito a sério.

Bem, ao menos os mais antenados.

No My Space é possível montar uma página, mais ou menos como um site dentro de outro, para demonstrar seu trabalho ou para homenagear – ou não – algum artista. O acesso a essas páginas personalizadas é aberto, ou seja, não é necessário ser um membro cadastrado para visualizá-la e assim ter acesso ao material, do mesmo modo que as páginas do Twitter.

E a maioria dos artistas já possui uma.

O primeiro que procurei foi Radiohead, uma banda bastante aberta às novas mídias, que disponibilizou o download de seu último álbum pelo preço que o internauta preferisse pagar. Não foi diferente no My Space, onde é possível ouvir integralmente seu último trabalho (clique aqui para acessar).

O My Space é perfeito para se buscar material novo de artistas conhecidos.

Ou nem tão conhecidos assim. Resolvi procurar material da banda The Temper Trap, que embalou a trilha do vídeo sobre a Retrospectiva de 2009 no Google Wave com a música ‘Fader’ (do post 2009 em Wave) e que eu nunca havia ouvido falar antes disso. Lá estava ela. Aliás, bem interessante por sinal (clique aqui para conferir).

Temper Trap. Uma grata surpresa.

Vale lembrar que o material disponível no My Space não vem apenas de artistas consagrados, já que qualquer pessoa pode montar a página da sua banda, ainda que a maior audiência dela tenha sido em um churrasco entre vizinhos.

Diante da morte de diversas rádios que atendiam os apreciadores de estilos de música especializados como rock, blues e jazz, e a proliferação de ritmos mais desprovidos de melodia que reforma em apartamento, a internet, em especial o My Space, ajuda muito.

Bandas que há muito tempo não se ouvia mais falar podem ter seus mais recentes trabalhos conferidos. O material brasileiro é igualmente vasto, principalmente tratando-se de MPB.

É claro que muitos artistas não disponibilizam todas as músicas. Outros fornecem apenas amostras dos trabalhos, até porque já existem programas que extraem a música e a transformam em MP3, favorecendo a pirataria. Mas para quem gosta de se manter informado sobre o mundo musical não há rede melhor. Ainda que seja mais uma rede ‘musical’ que ‘social’.

Detonautas

E mesmo não sendo tão frequentes, o My Space promove shows com transmissão ao vivo pela internet (clique aqui para acessar o site). O último show brasileiro foi dos Detonautas Roque Clube, mas internacionalmente outros artistas já deram as caras como ‘The Killers"’ e ‘Jet’.

Quanto à parte dita “social”, não há muita diferença do Facebook. Adiciona-se amigos, manda-se mensagens e recebe-se atualizações. Também há aplicativos que podem ser instalados. Nada de novo, exceto pelo fato de a ênfase ser dada aos gostos musicais dos contatos, diferentemente de outras redes sociais. Ed Motta

O interessante é que o perfil dos usuários muda bastante daquele com o qual estamos acostumados em redes sociais mais populares. Fica fácil perceber que o estilo das pessoas é regido pela música. Aliás, acho que minha foto de terno no My Space destoa de todas as outras, a não ser dos fãs do AC/DC.

Uma pena que o player de música seja vinculado ao navegador, ou seja, é preciso abrir uma nova janela (ou aba) para se continuar navegando e ouvindo a música de seu artista.

Também achei o layout muito pouco intuitivo (lembra muito o Facebook original), principalmente para quem está acostumado a outras redes sociais. Mas para quem gosta de novidades musicais ou que conferir aquela banda que há tempos não ouve, nada a retocar. Até porque a qualidade de som, para quem conta com conexão banda larga, é ótima.

Não deixe de ver. Ou melhor, de escutar.

POR ANDRÉ MORAES (WWW.TWITTER.COM/AAFMORAES)

 

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em My Space