Um Tiro Pela Culatra–A Desastrada Campanha da Nissan no Twitter e Facebook

_MG_0941

Por essa nem a Nissan esperava.

A ideia era boa. Uma promoção, amplamente divulgada na mídia, em que premiaria com um carro zero quilômetro a quem conseguisse 44.500 retweets (RT´s) para a frase com a ‘hashtag’ “#queromeucarrão”. Também havia algo similar no Facebook (com o botão “curtir”). A campanha foi vista com bons olhos pelos analistas de redes sociais, pois investia forte no nicho do momento. E mesmo sendo uma promoção restrita ao Twitter e ao Facebook, foi amplamente divulgada também na mídia impressa.

Ainda assim seria uma missão hercúlea. Já é difícil conseguir 44.500 retweets com mensagens inteligentes e altruístas. O que dizer de uma campanha que pode dar um carro a uma pessoa, sendo que todos os potenciais divulgadores da mensagem também gostariam de ganhar o mesmo prêmio? Se o participante não for alguém com um número enorme de seguidores,  possivelmente famoso como um Luciano Huck, jamais conseguiria ganhar o veículo. A verdade é que o Twitter é recheado de promoções similares, mas sem dúvida é a primeira vez que alguém dá um carro (não popular) como prêmio e com um número tão alto de retweets como requisito.

Mas alguém conseguiu.

O perfil @tca_oficial (já desativado) chegou, em uma única madrugada, ao número de retweets necessário, o que levantou suspeitas na internet. Alguns internautas, empenhados em conseguir o carro supostamente para caridade, acharam estranho o ocorrido e descobriram que o ganhador havia utilizado ‘scripts’ para chegar aos 44.500 retweets. ‘Scripts’ são códigos que aumentam artificialmente o número de seguidores e acessam contas de outros usuários enviando, nesse caso, uma mensagem pré-estabelecida. O perfil de Mano Menezes no Twitter já foi acusado de conseguir seguidores dessa forma. A suspeita da trapaça surgiu principalmente porque muitas pessoas passaram a se queixar que a mensagem foi repassada por seu perfil, involuntariamente, e sem que tivessem acessado o Twitter naquele momento. Assim, não foi difícil chegar ao número de retweets estabelecido.

Nissan

Obviamente, a reação foi enorme. Porém, a Nissan manteve a decisão de entregar o prêmio ao suposto ganhador, o que lhe gerou uma dor de cabeça e uma bela mancha na imagem. Internautas inconformados protestaram e conseguiram até mesmo derrubar o site da empresa na internet.

Parafraseando Vicente Matheus, a Nissan descobriu que esse tipo de campanha “é uma faca de dois legumes”. Quando baseada na internet, a divulgação é mais rápida, porém, qualquer deslize tem repercussão enorme. Veja-se o que aconteceu com os chocolates Twix, onde a agência de publicidade divulgou uma chuva do produto na Av. Paulista, descepcionando muitos internautas que voltaram para casa mais com papel picado do que guloseimas e acabaram descarregando a frustração nos teclados de seus computadores.

Não resta dúvida que essas tentativas frustradas abalam a confiança do consumidor. Fica bem mais difícil encontrar quem se disponha a conseguir um número absurdo de retweets, sabendo que alguém poderá usar de meios maliciosos para conseguir o objetivo e não ser penalizado por isso. Vale lembrar, inclusive, que no próprio regulamento de campanha da Nissan havia a vedação de utilização desses meios, o que pode lhe render ainda uma ação judicial de quem se sentiu prejudicado ou dos órgãos fiscalizadores competentes. Além disso, o ocorrido desestimula outras empresas de promoverem esse tipo de campanha, pois as torna mais vulneráveis a possíveis erros, já que a reação na rede quase nunca é moderada.

A Nissan comprometeu-se a dar outro carro depois da confusão. Mas isso não tirará a mancha de uma promoção que tinha tudo para ser histórica. E foi. Mas por outros motivos.

POR ANDRÉ MORAES (@AAFMORAES)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Análises, Facebook, twitter

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s